Minotauro no Assentamento Urbano Utopia e Luta

Minotauro com Pascal Berten

Pascal interpreta o Andrógino, inspirado no mito do Minotauro. Ele revela a figura de um ser ambíguo; é um animal ferido, uma mulher, um homem… Vagando nos labirintos da cidade, que são as ruínas das comemorações dos habitante comuns, e onde só resta a solidão, pois ninguém compreende a sua sina. Mas ele ofusca com sua bela imagem onde se percebe uma espécie de sacrifício, e nos atinge de uma maneira estranha. Somos seu espelho; ele pode ser qualquer um de nós, e no entanto fugimos dele. O Andrógino-Minotauro despeja sua mágoa e sua altivez por cima de nossas cabeças. Podemos despertar ou não, na busca dessa embriaguez ambígua e livre… e podemos nos perder no labirinto.

( Gisela Rodriguez )

wiZ2LR4vhhwewwxzk14U1WNWu3iVclGB-7HPbUKjKEI
Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s